Abre Menu

Centro de Biotecnologia
e Terapia Celular do HSR

CBTC conclui estudo que simplifica o método de transplante de células-tronco em pacientes com lesões raquimedulares

Captura de Tela 2017-05-18 às 16.41.45As lesões raquimedulares traumáticas constituem um grave problema de saúde pública, frequentemente acometendo indivíduos em idade produtiva e levando a graus variados de incapacidade. As células-tronco são uma grande promessa para o tratamento de lesões medulares. As células mesenquimais vem sendo amplamente estudadas neste contexto e apresentam diversas vantagens, se comparadas com outros tipos de células-tronco. Dentre estas vantagens, as células mesenquimais podem ser obtidas do próprio paciente para uso autólogo. Em estudos prévios, realizados pelos pesquisadores do CBTC, demonstrou-se a segurança do transplante de células mesenquimais em pacientes paraplégicos em decorrência de lesões raquimedulares crônicas. Além disso, os pacientes acompanhados apresentaram diferentes graus de melhora neurológica. No entanto, o procedimento para administração das células até então era de alta complexidade, uma vez que era realizado através de uma cirurgia aberta para injeção das células diretamente no local da lesão medular. Em trabalho publicado na revista Cytotherapy, da Sociedade Internacional de Terapia Celular (ISCT), pesquisadores do CBTC demonstram que a técnica para administração de células-tronco mesenquimais diretamente no local da lesão pode ser substituída por um método simplificado e menos invasivo, sem necessidade de cirurgia aberta, que consiste na injeção através da pele guiada por imagem de tomografia computadorizada. Neste estudo piloto, que incluiu cinco pacientes, o novo procedimento se demonstrou seguro, além de reduzir o tempo de internação, riscos associados e custo do procedimento.

Saiba mais através do link:

http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1465324917306229